Cuide da sua aparência pessoal

Francisco Ferraz
Publicado em: 01/06/2017

Políticos são personagens públicas. Já foi explicado várias vezes em textos anteriormente publicados que o eleitor conhece o candidato pela sua imagem, não pela sua personalidade total. E a imagem do candidato começa com a sua aparência.

Políticos conhecidos são como artistas famosos. Aparecem nos jornais, revistas, na TV; despertam curiosidades sobre sua vida pessoal e familiar; compõe, em uma palavra, aquela dimensão de espetáculo que a política naturalmente incorpora, mais ainda numa era televisiva.

A aparência do candidato, portanto, é o primeiro ponto de contato entre ele e o eleitor. Descuidar da aparência constitui-se num daqueles erros que corrói uma candidatura, sem mandar aviso e sem deixar marcas. É, pois, uma questão de prevenir, ou corrigir, se o problema for detectado a tempo.

Você não é obrigado a ser bonito(a) e charmoso(a) para se eleger, mas se for ajuda. Em qualquer hipótese, sua aparência física influi na opinião dos eleitores. Há certas condições que são para efeitos práticos proibidas. Por exemplo, a obesidade do candidato prejudica e muito. Se você estiver muito acima do seu peso, trate de fazer regime antes da campanha.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Caros, como vão? Que a paz esteja com vocês! Participei do curso ministrado pelo site em São Paulo e baseado nele montei minha estratégia eleitoral.

Eduardo Gatti
Barueri - SP

Leia mais >>