O determinismo geográfico e a geopolítica

Francisco Ferraz
Publicado em: 03/04/2017

“Dê-me o mapa físico de um país, ... que lhe direi, a priori, qual região será relevante na história, não por acidente, mas por necessidade.”
Victor Cousin

A frase de Victor Cousin expressa, de forma resumida, mas autêntica, a tese básica do determinismo geográfico. No pensamento geográfico, o determinismo significou a concepção segundo a qual as formas de organização do território, por parte do homem, são determinadas pelas condições naturais.

"Os movimentos da história humana em grande escala seriam explicados pelas variações nas formas e tamanhos das terras; no clima; na presença ou ausência de plantas e animais domesticáveis, e em qualquer outra condição física que afete as possibilidades de caça e colheita; na transição para um sistema de produção de alimentos; na subsequente emergência de excedente econômico; no aumento da população de humanos e animais domesticáveis" - Jared Diamond.

Assim, segundo essa linha de pensamento, as diferenças nos resultados históricos e nos padrões de dominação estariam dissociadas das diferenças na capacidade intelectual e nas demais realizações dos povos.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor


Para quem atua como analista de inteligência competitiva com foco em estratégia, como é o meu caso, receber artigos de fonte responsável e, consequentemente, confiável, como as do site Politica para Politicos é um grande privilégio, em razão do seu expressivo valor informativo. Serve, inclusive, para estudo de caso em sala de aula e para debate com os alunos da disciplina pensamento estratégico.

Prof. Jorge Roberto
Rio de Janeiro - RJ

Leia mais >>