O comercial do carro velho.

Francisco Ferraz
Publicado em: 01/11/2017

Uma das regras básicas do marketing político fala sobre o comercial de TV. Ele possui diretrizes básicas que o tornam um sucesso. Um bom comercial possui as seguintes características:

O comercial do "carro velho", embora não possa ser tratado como uma "peça clássica" no sentido convencional do termo, é um exemplo emblemático daquelas características acima elencadas. Enquadra-se dentro do que se poderia chamar de apelo à empatia, isto é, ao sentimento de que o candidato é uma pessoa como qualquer outra, que possui os mesmos valores, hábitos e maneira de ser dos eleitores comuns.

O apelo à empatia, quando funciona, é sempre muito forte na política. O eleitor quer escolher para seu representante alguém que é diferente dele (por isso é político), e ao mesmo tempo, semelhante a ele (por isso merece seu voto).

Por esta razão os candidatos buscam sempre se identificar com os eleitores, adotando as prioridades deles como suas, comungando de seus valores, e aproximando-se deles por meio de sua comunicação, seja pessoal (corpo a corpo) seja midiática (TV, rádio).

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Resumindo: o site é um verdadeiro curso de política.

Edison Correa da Silva
Florianópolis - SC

Leia mais >>